Como negociar com fornecedores em  momentos de crise?

Como negociar com fornecedores em momentos de crise?

E você acordou, foi olhar no espelho e percebeu que está na hora de fazer um penteado novo no cabelo, ou precisa pelo menos cortar. Aí se lembra que a crise do COVID-19 está restringindo o comércio e também os serviços “não essenciais”. E agora, como resolver isso ?

Esta situação deve estar ocorrendo com muita gente por aí, mas a solução vai depender da forma como você age no decorrer dos dias normais. Vamos exemplificar:

Você costuma ir ao cabeleireiro e paga R$ 50,00 por um corte. No mês seguinte, você descobre um mais perto da sua casa, que cobra R$ 43,00. No outro mês, recebe uma sugestão da sua vizinha, paga mais caro, mas gosta da experiência. Depois sente saudades do primeiro e volta lá. Você vive na onda do “Não sou de Ninguém, Eu sou de todo-o-mundo e todo-o-mundo me quer bem”

ou então…

Você frequenta o mesmo cabeleireiro há mais de 5 anos, traz novas sugestões de corte, ajusta os horários que mais lhe convém, da feedback quando a cor não ficou boa, e as vezes, até pede carona pra ele ou pra ela, quando seu corte foi o último do dia.

Por uma questão meio óbvia, neste último caso, fica muito mais fácil pra você resolver seu desejo “urgente” em mudar o corte hoje. Até na sua casa o seu cabeleireiro vem, se você quiser.

No mundo corporativo vai acontecer a mesma coisa. Certeza que vai, porque as empresas também são feitas de pessoas.

As situações sobre como fazer agora pra negociar a matéria-prima importada que está pronta para embarcar lá na Ásia. E como fazer pra postergar entregas de mercadorias que já estão chegando na sua fábrica? Ah, e aqueles transportadores que estão contratados e viajando com os caminhões quase vazios? E ainda por cima, sua empresa está com Fluxo de Caixa baixo e precisa renegociar os pagamentos destes mesmos fornecedores, pra manter os salários dos teus colegas e da sua equipe em dia. “Ah, meu Deus!!!”

Tenha Calma

Nessa época de crise global, todos sofrem juntos, passam as mesmas dificuldades, entendem os problemas porque são quase todos comuns. A vantagem, se é o nome certo, é que estas negociações e principalmente as RENEGOCIAÇÕES passam a ter um sentimento muito mais humanitário, via de regra.  

Mas você quer mesmo saber qual o segredo para se ter mais êxito nestas horas? A Lealdade, A Fidelidade, o Programa “Ganha-Ganha” que foi desenvolvido durante o período de contratação. Isto que vai permitir tanto o fornecedor quanto o cliente enxergarem e construírem juntos os próximos capítulos, o Dia Seguinte. E aí terão confiança que estarão juntos. E poderão se fortalecer juntos. Corrigindo a letra,..”Eu sou de Alguém”

Por isso, queridos gestores de compras, nesta hora “meu passado me condena, sim”. E cada vez mais vem à tona a importância da Gestão Eficaz de seus Fornecedores, o uso de modelos melhores que permitam controlar o Desempenho, a Qualificação e o Nível de Serviço das empresas que se relacionam com a sua.

Pensa nisso. As Épocas difíceis servem para evidenciar as dificuldades que muitas vezes deixamos pra depois. Qualifique seus fornecedores e perceba a real diferença que isto traz.

Mauro Ferraz, CSCP

Mauro Ferraz, CSCP

Diretor de Negócios da Qualifiquei, Mauro é executivo com mais de 20 anos de experiência em planejamento, execução e melhorias em Supply Chain, suprimentos e logística.

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTERE receba por e-mail conteúdos sobre a área de compras
Menu